domingo, 6 de fevereiro de 2011

Caminhos do Poeta

Aonde vais, Poeta?
 vou ver meu povo como está!
  vou ver minhas crianças chorando!
   vou ver minhas mulheres parindo!

Por onde vais, poeta?
 vou por becos escuros
  caminhando pelas ruas
   protegido pela lua
    vou entrando pelos bares
     e perdendo-me pelos bregas!

E depois, Poeta?
 depois, deixo meu canto solto no ar,
  deixo o meu amor gritar
   bebo bálsamo vermelho
    e durmo pra não acordar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário