domingo, 6 de fevereiro de 2011

Fome

Fome



O menino chora
e sua mãe consola.

Mas não há
como consolar...
essa angústia sem nome
é simplesmente fome.

Fome cruel, avassaladora...
dor terrível, horrível,
que nem sua mãe,
doce genitora,
pode acalmar.

Inútil, tudo!

No Sertão dos retirantes
são apenas dois andantes
caminhando em busca de esperanças
num país que não as têm.

Mas Deus está lá, também!



Nenhum comentário:

Postar um comentário