terça-feira, 28 de junho de 2016

OLHOS DE NEON





Olhos de neon
Brilho fosco, opaco
Melancolia sem tom
Deste triste espetáculo.

Que atrai, retrai
Encanta, distrai
E logo acaba, passa
Como neblina fumaça

Cega por instante
Fuligem natural
Gozo dos amantes

E depois, bem mal
Fio da lembrança resvala
Experiência que se cala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário