sábado, 24 de setembro de 2011

O BEIJO


... E beijando tocarei a tua alma
esquecendo das coisas do mundo
perdido em cada parte de ti
abraçando tua língua com minha língua
na mais perfeita cumplicidade
que pode existir entre duas pessoas.

Com os olhos fechados,
os braços entrelaçados,
sentindo a tua respiração
como o ar que me sustenta,
esse fogo que me consome,
sagrado sobe às entranhas
tal qual o sol que ilumina
e guia as nossas vidas.

Assim sei que há o Amor...
Muito mais forte e poderoso
do que um mecânico ato fisiológico
que dura apenas um momento...
Um beijo dura a eternidade
superando tempo e espaço...

Putas e michês não beijam!
Conhecem os segredos enigmáticos
guardados no coração que sangra...
Triste do ser que não pode beijar:
prisioneiro de si, não sabe amar.
Eu, livre que sou, não me arrependo
de cada beijo dado, molhado e feliz
vivendo a vida que sempre quis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário